Últimos Resultados
14/12/2018

  • 8
  • 44
  • 71
  • 75
  • 80
Conferir resultados

Próximo Sorteio
15/12/2018

Jogar agora!

Quina, há 20 anos fazendo milionários!

Bilhetes perdidos e outros vacilos épicos de loterias

Homem frustrado

Bilhetes de papel só trazem problemas. Ao invés de ir a uma lotérica e comprar um bilhete (nossa, isso ainda existe?) as pessoas deveriam abraçar o século XXI e jogar na loteria online logo de uma vez! Não somente pelas filas absurdas das lotéricas, mas porque muitas vezes os ganhadores acabam perdendo o volante, e com ele, a oportunidade única de se tornar um milionário. Na verdade, a receita para a tragédia tem diversos ingredientes: desde o vacilo épico de se esquecer de conferir os números, à perda ou roubo do bilhete de papel. A internet está carregada de histórias trágicas sobre prêmios não reclamados que te farão desejar nunca estar na pele destes quase-milionários:

O Bolão não registrado da Mega-Sena

Essa é a famosa história dos 40 participantes de um bolão na cidade de Nova Hamburgo (RS), que em 2010 acertaram as 6 dezenas da Mega Sena, que estava acumulada em R$53 milhões. Acontece que a funcionária da lotérica onde o grupo registrou o bolão, simplesmente esqueceu de registrar a aposta! Foram 40 felizardos comemorando a bolada de R$1,3 milhão para cada um, quando descobriram o erro da lotérica. E seu, porque não pediram o comprovante de registro da aposta, que é o único documento oficial que permite que um ganhador extraia seu prêmio, conforme instrui a Caixa. Mesmo após entrar na justiça contra a Caixa e contra a lotérica, os quase-milionários não conseguiram reaver o prêmio. A decisão ainda está aberta para recursos, já veremos...

Números da sorte ou do azar?

Robert Clemett é um exemplo de jogador que teve sérios infortúnios com a loteria. O aposentado australiano tentou processar uma operadora de loteria quando se deu conta que deixou de ganhar $ 3,3 milhões (aproximadamente R$ 7 milhões), correspondente ao primeiro prêmio de um sorteio! Ao ver um programa de TV sobre prêmios não reclamados, Clemett resolver checar o resultado do sorteio em que havia participado e se deu conta que aqueles eram seus números da sorte! Ele procurou seu bilhete e não o encontrou, mas tentou abocanhar seu prêmio de todas as formas: contratou advogados, forneceu a exata data, hora e local onde ele comprou o bilhete amaldiçoado, além de provar que havia jogado aqueles números também em outros sorteios. Nada adiantou e o sonho que quase se realizou virou então um pesadelo que o assombrará pelo resto de sua vida.

De quase-milionários a divorciados

Outro caso de desgraça na loteria, foi o de Martyn e Kay Tott, um jovem casal de Watford, na Inglaterra, que perdeu a chance de ganhar £3.000.000 (quase R$12 milhões) em 2001! Quatro horas antes de que o prazo para reclamar o prêmio acabasse, Kay ouviu no jornal que o ganhador dos 3 milhões ainda não tinha reclamado o prêmio. Mas o choque maior veio quando se deu conta de que os números vencedores eram os números que eles jogavam a cada semana, por um ano! Depois de procurar exaustivamente pelo bilhete que tinham comprado 6 meses antes, não o encontraram e assim não puderam liquidar o prêmio. Devido ao grande transtorno causado pela ocorrência e pela ação legal, o casal acabou por se separar.

Não quer arriscar entrar para a lista dos “vacilos” épicos de loterias? Não se esqueça de sempre assinar o verso do seu bilhete, colocando o número de seu CPF. E não se preocupe em lembrar de conferir sua aposta! Nós da quina.org te lembramos! Basta inserir seu e-mail no campo “Quer receber os resultados por e-mail?”, ali encima, nesta mesma página, à logo abaixo dos resultados à esquerda, e te enviaremos os resultados de cada sorteio!

↶ Voltar às notícias